Monthly Archives: janeiro 2014

32054_6208

Gamificação: O futuro nas aplicações e processos corporativos

By | Gamificação | No Comments

Quando o negócio da empresa busca inovação e melhores resultados, é preciso que ela vivencie essa cultura todos os dias. Nenhuma estratégia influencia mais o comportamento do público, funcionários e clientes do que a “Gamificação”, conceito que está conquistando adeptos no mundo todo.

Gamificação é o termo adotado em português (do original Gamification) que consiste no uso de técnicas e mecânicas de jogos para resolver problemas práticos ou despertar engajamento de um público específico. Existem diversas teorias didáticas e comportamentais por trás dessa disciplina, como a teoria da diversão e a recompensa positiva. Na prática, é pensar como um ambiente de jogo para criar soluções de maneira inovadora, motivadora e divertida.

Os processos e aplicações que empregam essa solução têm o objetivo de incentivar as pessoas a adotá-los ou modificar a maneira como são usados. Cada vez mais comum, a gamificação têm sido aplicada por empresas e instituições de diversas áreas como ferramentas melhoradas em relação às abordagens tradicionais, sobretudo no que se refere a envolver pessoas em processos seletivos e metas de produção, a familiarizarem-se com novas tecnologias, agilizar seus processos de aprendizado ou treinamento, desenvolver suas competências e tornar mais agradáveis tarefas consideradas tediosas ou demasiadamente repetitivas.

Ludium

Para ilustrar o conceito e desenvolver o tema, citamos aqui o artigo “5 Reasons You Can’t Ignore Gamification” do site Incentive Mag – Managing, Marketing, Motivation. Esse texto é de 15 de janeiro de 2013 e traz de maneira atualizada as soluções que a Ludium pode oferecer para o mercado corporativo:

5 razões pelas quais você não pode ignorar gamificação

Por Whitney Cook
15 de janeiro de 2013

Em uma recente conferência da National Retail Federation, gamificação, onde os funcionários interagem e socializam em torno de um laço comum de conhecimento, estratégia competitiva, e diversão, foi apontada como a próxima grande forma de mídia social.

Gamificação é mais do que treinamento ultramoderno. É envolver os funcionários com conhecimento que estimula a competição entre os pares e dá recompensas públicas e reconhecimento para aqueles que se destacam. Ela pode cobrir praticamente qualquer tópico: melhoria das operações, redução dos custos de logística e desafio dos funcionários a compreenderem como seus papéis contribuem para o sucesso da empresa.

CEOs, diretores de recursos humanos e times de operações e inovações em várias indústrias estão aprendendo que integrando técnicas de jogos em suas empresas impulsionam o desempenho, destacam conquistas e elevam até o céu o engajamento dentro de suas organizações. Especialistas em Stamford, a firma Gartner  especializada em consultoria e pesquisas de TI, prevê que, até 2014, 70% das organizações globais vão ter pelo menos um processo ou aplicação gamificada; até 2015, 50% das organizações que gerenciam processos de inovação vão gamificá-los. Muitas das maiores marcas do mundo estão implantando gamificação. Coca-Cola, AOL, Nissan, e Nike estão todas entrando na tendência e, à medida que mais e mais estudos tornam-se disponíveis, as vantagens para gamificação no local de trabalho estão se tornando cada vez mais aparente. Intrigado? Você devia estar. Aqui vão cinco razões indiscutíveis porque você não pode ignorar gamificação e seu potencial para fortalecer o seu negócio.

1. Gamificação permite que seus funcionários meçam ativamente seu desempenho 

Essas avaliações anuais temidas: Todo mundo tem que fazê-las, mas não seria bom dar a seus funcionários acesso a feedbacks em tempo real sempre que eles precisem? A grande oportunidade com gamificação é que há causa e efeito imediato. Se você fizer um movimento errado em um jogo, você é corrigido no momento que ele acontece. Se você faz um movimento estrategicamente inteligente, você recebe um reforço positivo imediato.

Gamificação dá o poder do feedback para o funcionário e acelera o conhecimento. Isso é bom para a empresa, pois cria uma forma mais eficiente e atraente para monitorar o progresso do funcionário. Além disso, promove a transparência sobre como o desempenho é medido e em que ponto o trabalhador está realmente.

2. Gamificação Melhora o Conhecimento 

Não é nenhum segredo que a maioria de nós começou a jogar jogos em uma idade jovem. De fato, nossos cérebros são desenvolvidos para o jogo. Não faz sentido para nós usarmos os mesmos tipos de técnicas em nosso ambiente de treinamento hoje? Como todos sabemos, a retenção do conhecimento é uma parte importante da vida diária de qualquer empregado. Treinamento e promoção não são apenas importantes para o empregado, são essenciais para o crescimento da empresa. Especialista do setor e autor Jeanne Meister afirma que jogos interativos de aprendizagem podem aumentar as taxas de retenção a longo prazo em até 10 vezes. Essa é uma estatística muito poderosa quando você começar a falar sobre a retenção do conhecimento.

3. Gamificação Melhora a Sensação de Conquistas para Todos os Membros

A cada ano, as empresas gastam milhares de dólares enviando funcionários para seminários, aulas, sessões de treinamento – a lista é interminável. Você pode saber por experiência própria que uma das vantagens da aprendizagem é exibir nossas conquistas através de certificados em nossas mesas, letras atrás de nossos nomes e destaques em nossas páginas do LinkedIn. Gostamos de competir, de ganhar, de receber validação. No local de trabalho, as pessoas são automaticamente avaliados por seu conhecimento, realizações e reputações globais. Permitindo que seus funcionários se tornarem mestres de seus negócios e criando uma comunidade que reconhece abertamente suas conquistas não só irá crescer a sua equipe, ele irá crescer o seu resultado final.

4. Gamificação Cria Níveis Inigualáveis ​​de Envolvimento

Funcionários anseiam por interação social no ambiente de trabalho. Nós amamos nossos amigos almoço e equipes de bola, e podemos até mesmo ir para o evento de dinâmica de grupo no campo de golfe local. As pessoas gostam de sentir que pertencem, que são importantes, e que elas são mais do que engrenagens da grande máquina corporativa. Gamificação cria um mundo virtual onde você pode ser produtivo e ainda se divertir. Isso é bom para o seu negócio porque promove a inovação, produtividade e diversão, o que, inevitavelmente, melhorar o ambiente de trabalho. Estudos têm mostrado que pessoas mais felizes significam uma maior receita.

5. Gamificação Reforça Aprendizagem e Desenvolvimento 

Não é de estranhar que muitas empresas estão adotando gamificação a fim de incentivar a inovação entre seus funcionários. Em 2011, 40.000 pessoas trabalharam para apenas 10 dias para resolver o segredo de uma proteína-chave que os cientistas acreditam que pode levar a uma cura para a AIDS. Pesquisadores estavam trabalhando no problema há 15 anos sem solução. Como as pessoas fizeram isso? Conseguiram ao jogar um jogo de crowd-sourcing chamado Foldit, que foi desenvolvido pela Universidade de Washington. Não precisa ser dito que esta descoberta é algo muito importante! Enquanto você pode não estar à procura de uma cura para uma doença mortal, a criando e promovendo inovação dentro da sua empresa é absolutamente essencial no mercado de hoje. Reforçando aprendizagem e desenvolvimento dentro de sua equipe não só promove um ambiente de trabalho produtivo, como também cria oportunidades de expansão e segurança de emprego para os funcionários no futuro.

Whitney Cook é um gerente de contas em Inward Strategic Consulting, focando em gamificação e envolvimento dos funcionários no espaço de varejo. Cook aconselha empresas sobre as melhores maneiras de introduzir gamificação e estabeleceu parcerias com alguns dos nomes mais respeitados na indústria de jogos que se concentram em fidelidade à marca, envolvimento dos funcionários e inovação. Ela pode ser contactada em whitney@inwardconsulting.com ou pelo www.inwardconsulting.com.

SplashAM_SiteBlog

Primeiro projeto da Ludium!

By | Cases | One Comment

O jogo Alfabeto Melado foi o primeiro projeto feito pela Ludium, e o primeiro de muitos projetos da parceria Ludium e Redalgo, a única empresa do Brasil qualificada pelo MEC para produzir jogos eletrônicos educativos para escolas de ensino fundamental.

O jogo será lançado em escolas de ensino público e privado do Brasil inteiro e seu objetivo é fazer com que crianças que acabaram de aprender o alfabeto possam treinar a escrita e uso das letras de forma divertida, frisando o aprendizado e se divertindo aprendendo novas palavras com a letra aprendida.

O visual do jogo foi feito pensando justamente nesse público,  por isso usamos decisões artísticas com cores pasteis, e uso moderado de saturação para que não haja estresse visual. Todo elemento gráfico presente no jogo foi pensado de forma que fosse de fácil familiarização para a criança, como o estilo realista do fundo de papel, (que serve também para a criança seja estimulada a não apenas brincar com o iPad, mas brincar com livros de verdade e papel e caneta), o estilo cartunesco das figuras, semelhante a seus cartums favoritos da TV e a ideia de colagem, uma atividade recorrente nas escolas.

A falta de enfeites em volta do gameplay foi uma difícil decisão para a arte, pois qualquer coisa além (como foi comprovada nos testes) iria distrair as crianças e tirar o foco do jogo.

Aqui, um mocape, feito pelo diretor de arte, para colocar todos esses conceitos de arte na pratica.

Redalgo_mock

Este foi o Gamedoc utilizado como guía. Este foi criado internamente, sob orientação do nosso cliente.

Screen Shot 2013-10-13 at 11.47.48 AM

Screen Shot 2013-10-13 at 11.48.42 AM

O mocape foi rápidamente aprovado pelo cliente, que ficou muito feliz com o estilo escolhido.

Abaixo, o processo de criação das figuras presentes no jogo. Começamos com um esboço simples, feito com referências fotográficas.

Esboços

Após o esboço, é feita a arte-final.

Arte-final2

Arte-final

Cores:

Cores

Finalização. Foi criado um layer com textura e efeitos para facilitação do processo, basicamente era só arrastar o desenho a cores pra este layer que ele se transformava nessa peça final.

Final

Espero que tenham gostado do resultado! Até o próximo projeto.