bannereducash

Case: EDUCA$H

By | Sem categoria | No Comments

Um dos nossos sonhos como empresa é revolucionar a educação fazendo o uso da Gamificação, por isso adoramos trabalhar em projetos como o Educash, um jogo de educação financeira para crianças elaborado pela  Educar 3.0, uma startup focada no ensino digital através do uso de tecnologias em sala de aula.

A Ludium desenvolveu um MVP (minimum viable product) do jogo e continua assessorando a Educar para evolui-lo até chegar num formato ideal.

Confira abaixo algumas imagens: 

 01estudos 02proposta_iprincipal 03IMG_0113 04IMG_0119 05IMG_0121 06IMG_0134

PErebascover

Case: Pequenos Pacientes Virtuais  

By | Cases, Gamificação, Treinamento | No Comments

No começo desse ano os propagandistas da Libbs tiveram um treinamento diferente, onde eles experimentaram o jogo “Pequenos Pacientes Virtuais” por uma semana e se sentiram no papel de pai ou mãe de crianças que sofrem de dermatite.

O jogo, desenvolvido pela Ludium em parceria com a Applause,  foca na interação com crianças que sofrem de dermatite, onde o jogador precisa aprender sobre os cuidados diários da pela da criança para promover uma melhor qualidade de vida. 

Foram 4 dias de jogo, ao final de cada dia eles tinham um feedback visual com o resultado de seus cuidados e atenção que teve com a criança. No final da semana eles puderem ver e comparar seus resultados ao ver a criança crescida.

Além do aprendizado e experiência, a diversão e engajamento foram garantidos por mecânicas prazerosas inspiradas em jogos populares como “Poh” e “Tamagotchi” e pela bela arte.

Abaixo, algumas artes do jogo:

mockup_popup_medica

mockup_selecao_sexo_7

cutscenes final

 

Personagem

Case: Applause

By | Cases, Gamificação | One Comment

Em parceria com a Applause Mobile, criamos um game em 3D que foi utilizado em um evento de medicina para divulgar um medicamento inovador de combate a depressão.

O game ficou disponível para ser jogado em totens espalhado pelo evento e desafiou diversos médicos num labirinto dentro da mente de um paciente depressivo, onde os médicos tiveram que usar seus conhecimentos e experiência para dar um diagnóstico e ajudá-lo a combater a doença.

O jogo cumpriu com sucesso seu objetivo de divulgação da marca e da medicação!

Algumas fotos do game sendo jogado no evento:

FotosEvento

Abaixo, algumas imagens conceituais do projeto:

Conceitos

Personagem TesteShader

Algumas cenas do jogo:

Cenas1 Cenas2

Até o próximo case!

c7c05fcf865bad2c0bc105d8ff828c27

Case: League of Legends – World Cup Bundle

By | Cases | No Comments

Trabalhamos com a Riot Games Brazil na promoção de um bundle de Skins da Copa do Mundo do jogo League of Legends (atualmente o jogo mais jogado do mundo). Ajudamos a Riot com as artes para o microsite especial das Skins, fizemos a arte de divulgação para Mídias Sociais, um Pôster e um ícone exclusive usado diretamente no jogo.

Nossas artes foram usadas globalmente e teve um público de dezena de milhões de pessoas.

Confira abaixo, clique para ver maior!

Este foi uma arte de Teaser, para deixar todos os jogadores bastante curiosos sobre as novas skins e gerar bastante especulação de quais heróis seriam.

6b4e8f252604c1308fcaa8e5b86e5919

Este foi o ícone de invocador, usado dentro do jogo. Uma das raras artes ingames globais feitas fora da Riot americana.

142630f8c7a05b19c5b754c73db62c6d

Pôster:

c7c05fcf865bad2c0bc105d8ff828c27

Arte usada para promover as skins em mídias sociais:

fc32406376d05b36213b21e3733ede96

Site:

12dc67da4291c743537d08a8d94e6a3a

Exemplo da arte do pôster sendo usado dentro do client do jogo:

539b81d8a07868962864bb1a4fc27f2d

Ficamos muito honrados de estarmos envolvidos nesse grande job!

Até a próxima

 

 

 

Jogo

Noite do Board Game na Ludium!

By | Sem categoria | One Comment

Aqui na Ludium promovemos a noite do Board Game todas as semanas. É um momento de descontração que tiramos com nossa equipe e amigos da indústria pra se divertir enquanto estudamos e conhecemos novas mecânicas. Na foto, um game chamado Descent: Journeys in the Dark.

ID-100186513

Gamificação sendo reconhecida como uma ferramenta poderosa em outros mercados

By | Gamificação | No Comments

 

A IDC Research, uma das maiores empresas do mundo do ramo de pesquisa de mercado, lançou no começo desse ano um documento bastante interessante que lista a Gamificação como uma das “Top 10 previsões de utilitários mundiais para 2014”. Segundo a IDC, “A Gamificação é esperada para se desenvolver em um mercado multi-bilionário.Em 2014, a IDC Energy Insights espera que empresas de utilitários de TI gaste em ferramentas, aplicativos e serviços de Gamificação aproximadamente $13.5 milhões, pulando para $65 milhões em 2016.”

Eles ainda acrescentam, sobre este documento: “Esse relatório explora o potencial das aplicações gamificadas no setor de energia analisando o pioneirismo e inovação de projetos de gamificação no mundo. Ele foca em como a gamificação pode ser alavancada para engajar consumidores para realizar iniciativas eficientes de consumo de energia, construir lealdade do consumidor e aquisição de novos consumidores em competitivos mercados de energia.” O documento pode ser comprado aqui: http://www.idc.com/getdoc.jsp?containerId=EIRS04V

Tudo isso mostra que, não importa o setor, a Gamificação se demonstra como uma das mais poderosas ferramentas atuais para atingir níveis elevados de fidelização, engajamento e mudança comportamental de funcionários, consumidores e clientes.

 

32054_6208

Gamificação: O futuro nas aplicações e processos corporativos

By | Gamificação | No Comments

Quando o negócio da empresa busca inovação e melhores resultados, é preciso que ela vivencie essa cultura todos os dias. Nenhuma estratégia influencia mais o comportamento do público, funcionários e clientes do que a “Gamificação”, conceito que está conquistando adeptos no mundo todo.

Gamificação é o termo adotado em português (do original Gamification) que consiste no uso de técnicas e mecânicas de jogos para resolver problemas práticos ou despertar engajamento de um público específico. Existem diversas teorias didáticas e comportamentais por trás dessa disciplina, como a teoria da diversão e a recompensa positiva. Na prática, é pensar como um ambiente de jogo para criar soluções de maneira inovadora, motivadora e divertida.

Os processos e aplicações que empregam essa solução têm o objetivo de incentivar as pessoas a adotá-los ou modificar a maneira como são usados. Cada vez mais comum, a gamificação têm sido aplicada por empresas e instituições de diversas áreas como ferramentas melhoradas em relação às abordagens tradicionais, sobretudo no que se refere a envolver pessoas em processos seletivos e metas de produção, a familiarizarem-se com novas tecnologias, agilizar seus processos de aprendizado ou treinamento, desenvolver suas competências e tornar mais agradáveis tarefas consideradas tediosas ou demasiadamente repetitivas.

Ludium

Para ilustrar o conceito e desenvolver o tema, citamos aqui o artigo “5 Reasons You Can’t Ignore Gamification” do site Incentive Mag – Managing, Marketing, Motivation. Esse texto é de 15 de janeiro de 2013 e traz de maneira atualizada as soluções que a Ludium pode oferecer para o mercado corporativo:

5 razões pelas quais você não pode ignorar gamificação

Por Whitney Cook
15 de janeiro de 2013

Em uma recente conferência da National Retail Federation, gamificação, onde os funcionários interagem e socializam em torno de um laço comum de conhecimento, estratégia competitiva, e diversão, foi apontada como a próxima grande forma de mídia social.

Gamificação é mais do que treinamento ultramoderno. É envolver os funcionários com conhecimento que estimula a competição entre os pares e dá recompensas públicas e reconhecimento para aqueles que se destacam. Ela pode cobrir praticamente qualquer tópico: melhoria das operações, redução dos custos de logística e desafio dos funcionários a compreenderem como seus papéis contribuem para o sucesso da empresa.

CEOs, diretores de recursos humanos e times de operações e inovações em várias indústrias estão aprendendo que integrando técnicas de jogos em suas empresas impulsionam o desempenho, destacam conquistas e elevam até o céu o engajamento dentro de suas organizações. Especialistas em Stamford, a firma Gartner  especializada em consultoria e pesquisas de TI, prevê que, até 2014, 70% das organizações globais vão ter pelo menos um processo ou aplicação gamificada; até 2015, 50% das organizações que gerenciam processos de inovação vão gamificá-los. Muitas das maiores marcas do mundo estão implantando gamificação. Coca-Cola, AOL, Nissan, e Nike estão todas entrando na tendência e, à medida que mais e mais estudos tornam-se disponíveis, as vantagens para gamificação no local de trabalho estão se tornando cada vez mais aparente. Intrigado? Você devia estar. Aqui vão cinco razões indiscutíveis porque você não pode ignorar gamificação e seu potencial para fortalecer o seu negócio.

1. Gamificação permite que seus funcionários meçam ativamente seu desempenho 

Essas avaliações anuais temidas: Todo mundo tem que fazê-las, mas não seria bom dar a seus funcionários acesso a feedbacks em tempo real sempre que eles precisem? A grande oportunidade com gamificação é que há causa e efeito imediato. Se você fizer um movimento errado em um jogo, você é corrigido no momento que ele acontece. Se você faz um movimento estrategicamente inteligente, você recebe um reforço positivo imediato.

Gamificação dá o poder do feedback para o funcionário e acelera o conhecimento. Isso é bom para a empresa, pois cria uma forma mais eficiente e atraente para monitorar o progresso do funcionário. Além disso, promove a transparência sobre como o desempenho é medido e em que ponto o trabalhador está realmente.

2. Gamificação Melhora o Conhecimento 

Não é nenhum segredo que a maioria de nós começou a jogar jogos em uma idade jovem. De fato, nossos cérebros são desenvolvidos para o jogo. Não faz sentido para nós usarmos os mesmos tipos de técnicas em nosso ambiente de treinamento hoje? Como todos sabemos, a retenção do conhecimento é uma parte importante da vida diária de qualquer empregado. Treinamento e promoção não são apenas importantes para o empregado, são essenciais para o crescimento da empresa. Especialista do setor e autor Jeanne Meister afirma que jogos interativos de aprendizagem podem aumentar as taxas de retenção a longo prazo em até 10 vezes. Essa é uma estatística muito poderosa quando você começar a falar sobre a retenção do conhecimento.

3. Gamificação Melhora a Sensação de Conquistas para Todos os Membros

A cada ano, as empresas gastam milhares de dólares enviando funcionários para seminários, aulas, sessões de treinamento – a lista é interminável. Você pode saber por experiência própria que uma das vantagens da aprendizagem é exibir nossas conquistas através de certificados em nossas mesas, letras atrás de nossos nomes e destaques em nossas páginas do LinkedIn. Gostamos de competir, de ganhar, de receber validação. No local de trabalho, as pessoas são automaticamente avaliados por seu conhecimento, realizações e reputações globais. Permitindo que seus funcionários se tornarem mestres de seus negócios e criando uma comunidade que reconhece abertamente suas conquistas não só irá crescer a sua equipe, ele irá crescer o seu resultado final.

4. Gamificação Cria Níveis Inigualáveis ​​de Envolvimento

Funcionários anseiam por interação social no ambiente de trabalho. Nós amamos nossos amigos almoço e equipes de bola, e podemos até mesmo ir para o evento de dinâmica de grupo no campo de golfe local. As pessoas gostam de sentir que pertencem, que são importantes, e que elas são mais do que engrenagens da grande máquina corporativa. Gamificação cria um mundo virtual onde você pode ser produtivo e ainda se divertir. Isso é bom para o seu negócio porque promove a inovação, produtividade e diversão, o que, inevitavelmente, melhorar o ambiente de trabalho. Estudos têm mostrado que pessoas mais felizes significam uma maior receita.

5. Gamificação Reforça Aprendizagem e Desenvolvimento 

Não é de estranhar que muitas empresas estão adotando gamificação a fim de incentivar a inovação entre seus funcionários. Em 2011, 40.000 pessoas trabalharam para apenas 10 dias para resolver o segredo de uma proteína-chave que os cientistas acreditam que pode levar a uma cura para a AIDS. Pesquisadores estavam trabalhando no problema há 15 anos sem solução. Como as pessoas fizeram isso? Conseguiram ao jogar um jogo de crowd-sourcing chamado Foldit, que foi desenvolvido pela Universidade de Washington. Não precisa ser dito que esta descoberta é algo muito importante! Enquanto você pode não estar à procura de uma cura para uma doença mortal, a criando e promovendo inovação dentro da sua empresa é absolutamente essencial no mercado de hoje. Reforçando aprendizagem e desenvolvimento dentro de sua equipe não só promove um ambiente de trabalho produtivo, como também cria oportunidades de expansão e segurança de emprego para os funcionários no futuro.

Whitney Cook é um gerente de contas em Inward Strategic Consulting, focando em gamificação e envolvimento dos funcionários no espaço de varejo. Cook aconselha empresas sobre as melhores maneiras de introduzir gamificação e estabeleceu parcerias com alguns dos nomes mais respeitados na indústria de jogos que se concentram em fidelidade à marca, envolvimento dos funcionários e inovação. Ela pode ser contactada em whitney@inwardconsulting.com ou pelo www.inwardconsulting.com.

SplashAM_SiteBlog

Primeiro projeto da Ludium!

By | Cases | One Comment

O jogo Alfabeto Melado foi o primeiro projeto feito pela Ludium, e o primeiro de muitos projetos da parceria Ludium e Redalgo, a única empresa do Brasil qualificada pelo MEC para produzir jogos eletrônicos educativos para escolas de ensino fundamental.

O jogo será lançado em escolas de ensino público e privado do Brasil inteiro e seu objetivo é fazer com que crianças que acabaram de aprender o alfabeto possam treinar a escrita e uso das letras de forma divertida, frisando o aprendizado e se divertindo aprendendo novas palavras com a letra aprendida.

O visual do jogo foi feito pensando justamente nesse público,  por isso usamos decisões artísticas com cores pasteis, e uso moderado de saturação para que não haja estresse visual. Todo elemento gráfico presente no jogo foi pensado de forma que fosse de fácil familiarização para a criança, como o estilo realista do fundo de papel, (que serve também para a criança seja estimulada a não apenas brincar com o iPad, mas brincar com livros de verdade e papel e caneta), o estilo cartunesco das figuras, semelhante a seus cartums favoritos da TV e a ideia de colagem, uma atividade recorrente nas escolas.

A falta de enfeites em volta do gameplay foi uma difícil decisão para a arte, pois qualquer coisa além (como foi comprovada nos testes) iria distrair as crianças e tirar o foco do jogo.

Aqui, um mocape, feito pelo diretor de arte, para colocar todos esses conceitos de arte na pratica.

Redalgo_mock

Este foi o Gamedoc utilizado como guía. Este foi criado internamente, sob orientação do nosso cliente.

Screen Shot 2013-10-13 at 11.47.48 AM

Screen Shot 2013-10-13 at 11.48.42 AM

O mocape foi rápidamente aprovado pelo cliente, que ficou muito feliz com o estilo escolhido.

Abaixo, o processo de criação das figuras presentes no jogo. Começamos com um esboço simples, feito com referências fotográficas.

Esboços

Após o esboço, é feita a arte-final.

Arte-final2

Arte-final

Cores:

Cores

Finalização. Foi criado um layer com textura e efeitos para facilitação do processo, basicamente era só arrastar o desenho a cores pra este layer que ele se transformava nessa peça final.

Final

Espero que tenham gostado do resultado! Até o próximo projeto.